GOVERNO DO ESTADO, POR MEIO DA COMPESA, ANUNCIA AMPLIAÇÃO DA OFERTA DE ÁGUA NO AGRESTE


Nesta quarta-feira (10), a presidente da Compesa, Manuela Marinho, acompanhada pelo diretor Regional do Interior da Companhia, Mário Heitor, e pelo deputado Estadual, Waldemar Borges, cumpriu agenda no Agreste vistoriando investimentos da Compesa em municípios da região. Na ocasião, foi anunciado ao prefeito de Gravatá, Padre Joselito, um dos grandes investimentos do Governo do Estado e da Compesa para incrementar o abastecimento para a população. Será o transporte de água da Barragem de Jucazinho para atender Gravatá e Bezerros com uma vazão de 80 litros por segundo. A ampliação de oferta de água está em fase de testes e prevê a diminuição do rodízio nas cidades.


Pelo projeto, a água recebida de Jucazinho será tratada na Estação de Tratamento de Água (ETA) Bezerros e, em seguida, distribuída para a própria cidade de Bezerros e para a vizinha Gravatá. Para isso, a Compesa executou a obra de ampliação da ETA, um investimento de R$ 9 milhões entregue esse mês ao município. Durante a reunião com a prefeitura de Gravatá, a presidente da Companhia reforçou a intenção da Compesa em manter sempre ativa a linha de diálogo com os municípios. 


“A Compesa está, como sempre, empenhada em estreitar a relação da empresa com os municípios, especialmente nesse início de trabalho da nova gestão municipal. No Agreste, já realizamos grandes entregas para aumentar a oferta de água na região, que tem a menor disponibilidade hídrica por habitante, e estamos aqui apresentando os investimentos e o nosso planejamento de trabalho para garantir mais água para a população e elevar o índice de cobertura de esgoto, garantindo, assim, mais saúde e qualidade de vida a todos”, pontuou Manuela.


Além dos testes para o início da operação de ampliação de oferta de água para Gravatá e Bezerros, a Compesa soma outros investimentos de grande porte nas cidades. Em Bezerros, estão em curso os serviços para a implantação do sistema de esgotamento da cidade. Já Gravatá foi beneficiada no ano passado com a implantação da primeira etapa do sistema de esgotamento da cidade. Esse investimento, da ordem de R$ 47 milhões, beneficiou 30 mil pessoas. Há, também, outros investimentos em andamento pela Companhia na região que vão beneficiar as duas cidades, como a Adutora do Agreste.


Do:Blog do Kalebe Pereira. 

Postar um comentário

0 Comentários