Moradores terão 10 dias para desocupar casas próximo a Via-parque em Caruaru. A ação foi movida pela prefeitura


 Um protesto teve início na manhã dessa segunda-feira, 11, nas proximidades da garagem Bahia ao lado da Viaparque, em Caruaru. De acordo com os protestantes eles alegam que o objetivo da ação pacífica é não aceitar a retirada de suas casas, que foram construídas de forma irregular na ação movida pela prefeitura de Caruaru.


Ainda de acordo com informações obtidas pela nossa redação eles terão  um prazo de 10 dias para desocupar os imóveis, que foram construídos na linha férrea, onde passará a Viaparque da cidade.


Do Blog do Kalebe Pereira.

Postar um comentário

9 Comentários

  1. gente eu acho interesante as pessoas constroem casas em locais improprios quando são quero dizer que tem dono e depois se acham donos? ai agora são perseguidos haa qual é gente será que é falta de terrenos? quer dizer que se algum desses tiver um terreno grande por ai eu posso chegar e fazer minha casa? claro que não então pessoal procurem outro lugar até porque eu acho que vocês ja ganharam casas pra morar do projeto minha casa minha vida mais vocês não vão querer morar né preferem alugar e vender sei bem como é parabens prefeita o trabalho tem que continuar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É fácil você falar isso você deve morar numa mancão, porque a prefeitura no proibiu quando tava sendo construindo as casas no lugar proibido ele construíram porque eu acho que eles não tinham condições pra fazer em outro lugar

      Excluir
    2. So sei de uma coisa, que a linha ferroviária é patrimonio histórico sendo oriundo da extinta RFFSA que conta com mais de 52 mil imoveis e 15 mil moveis classificados como de valor histórico pelo Programa de Preservação do Patrimônio Histórico Ferroviário (Preserfe), desenvolvido pelo Ministério dos Transportes, instituição até então responsável pela gestão da RFFSA.Nem Moradores nem a prefeita poderia ter mexido nesse espaço, Caruaru perdeu seu valor histórico e cultural com Raquel, e não modernizou nada, fez uma praça no meio da cidade que futuramente vai virar setor de vândalos, pichadores e fora que irá criar um enorme encargo no erário do município.

      Excluir
    3. Sou ex funcionário da RFFSA, e lembro que na época as margens da linha férrea de ambos os lados, precisamente 15 metros de ambos os lados da linha férrea, não era permitido a invasão, ou seja não era permitido a construção de nenhum imóvel, pois pertencia a mesma.

      Excluir
    4. Se não era permitido antes, porque na época em que foram feitas as casas ninguém falou nada ? Porque que o térreno onde era parte da linha férrea próximo ao viaduto da Rui Barbosa não foi desapropriado ? Essas pessoas fizeram suas casas lá porque simplesmente não tinham outro lugar para construir. Bando de hipócritas, ficam falando deles na frente da tela do celular. Vai vocês receberem um aviso de que terão apenas 10 pra arrumar onde morar pra ver se é bom.

      Excluir
  2. gente eu acho interesante as pessoas constroem casas em locais improprios quando covidados a se retirarem acham ruim? só quero dizer que tem dono e depois se acham donos? ai agora são perseguidos haa qual é gente será que é falta de terrenos? quer dizer que se algum desses tiver um terreno grande por ai eu posso chegar e fazer minha casa? claro que não então pessoal procurem outro lugar até porque eu acho que vocês ja ganharam casas pra morar do projeto minha casa minha vida mais vocês não vão querer morar né preferem alugar e vender sei bem como é parabens prefeita o trabalho tem que continuar

    ResponderExcluir
  3. Tem gente que é pobre de recursos mas entendem o que certo e errado e não vai invadir terreno alheio e se apossar, pois é errado um dia vai perder...Agora tem outros, que as vezes tem casa pra morar e condições pra possuir, mas já tem no "DNA" o instinto de fazer o errado...

    ResponderExcluir
  4. Parabéns a prefeitura pela decisão, lembro que na Gestão do Prefeito Queiroz, havia bem menos casas nesse trajeto, da Garagem Bahia até o CAIC, o prefeito para deixar essa área livre, iniciou um projeto para indenizar todos e colocarem no "minha casa minha vida", e isso foi feito, minha mãe morava numa favelinha depois do caic e ganhou a casa.
    Já outros, depois de saberem disso, resolveram construir mais casas na beira da linha férrea, hoje dobou o numero de casas no local, coisa q ja era pra ter sido derrubado tudo!

    Sem falar que depois q a favela "gira-sol" foi desmanchada, moradores das casas de alvenaria, aproveitando o espaço que ficou após a favela ser retirada, esticaram suas casas para frente.

    existem sim, as pessoas necessitadas, que precisam de ajuda, mas existem aquelas aproveitadoras, se apropriam daquilo q não é seu e depois querem reivindicar um direito que elas nao tem!

    ResponderExcluir
  5. Parabéns a prefeitura pela decisão, lembro que na Gestão do Prefeito Queiroz, havia bem menos casas nesse trajeto, da Garagem Bahia até o CAIC, o prefeito para deixar essa área livre, iniciou um projeto para indenizar todos e colocarem no "minha casa minha vida", e isso foi feito, minha mãe morava numa favelinha depois do caic e ganhou a casa.
    Já outros, depois de saberem disso, resolveram construir mais casas na beira da linha férrea, hoje dobou o numero de casas no local, coisa q ja era pra ter sido derrubado tudo!

    Sem falar que depois q a favela "gira-sol" foi desmanchada, moradores das casas de alvenaria, aproveitando o espaço que ficou após a favela ser retirada, esticaram suas casas para frente.

    existem sim, as pessoas necessitadas, que precisam de ajuda, mas existem aquelas aproveitadoras, se apropriam daquilo q não é seu e depois querem reivindicar um direito que elas nao tem!

    ResponderExcluir