Concurso da Câmara de Brejo da Madre de Deus expira no próximo dia 20/01. Omissão do presidente da Câmara pode configurar improbidade

Concurso na esfera municipal é um terreno pantanoso. Após a aprovação, a segurança de que o candidato será convocado se desfaz em meio a névoa dos interesses políticos ou da displicência. Em Brejo da Madre de Deus pelo menos é assim. Após praticamente 4 anos do concurso da Câmara Municipal, candidatos aguardam por convocação.


O concurso foi homologado no dia 20 de janeiro de 2017. Após prorrogação por mais 2 anos, o próximo dia 20/01/21 é um marco, pois encerra o prazo de validade do concurso.


De fato, houve convocações. Do concurso da câmara de Brejo a última movimentação ocorreu no dia 21/10/20. Candidatos aprovados pra o cargo de vigilante foram convocados. Com efeito, faltam convocar 4 agentes administrativos, assim como auxiliares de serviços gerais, todos aprovados dentro das vagas.


Com um prazo apertado, dificilmente o presidente da Câmara fará cumprir a constituição (ver art 37). Com o início desse novo mandato do legislativo municipal é natural o olhar míope do presidente da câmara para esse processo. No entanto é bom ficar atento, os candidatos não tem a ver com sua negligência. Se o presidente do legislativo não agir, talvez estreia seu novo mandato como investigado por improbidade administrativa cometida por agente público.


Blog do Kalebe Pereira.



 

Postar um comentário

0 Comentários