Anvisa autoriza uso emergencial das vacinas Coronovac e de Oxford contra a Covid-19

A reunião da Diretoria da Anvisa terminou agora a pouco, após sua equipe técnica ter analisado os pedidos de vacinação emergencial do Butantan e da Fiocruz, referentes a 8 milhões de doses importadas.


Segundo Leonardo Filho, estatístico da Anvisa, a eficácia da Coronavac é de 50,4%, em percentual arredondado. Segundo o gerente de Medicamentos, Gustavo Mendes, a eficácia da vacina de Oxford é de 70,42%.


Durante apresentação dos dados, Gustavo Mendes informou ainda que a área técnica da Anvisa recomendou a aprovação do uso emergencial das duas vacinas, "condicionada ao monitoramento das incertezas e reavaliação periódica". Mendes também ressaltou que há aumento no número de casos e ausência de alternativas terapêuticas.


Em seu voto, a relatora Meiruze Freitas condicionou o uso emergencial da CoronaVac a um termo de compromisso do Instituto Butantan de enviar até o dia 28 de fevereiro os resultados sobre a imunogenicidade, que é a capacidade que uma vacina tem de estimular o sistema imunológico e produzir anticorpos.


Meiruze Freitas afirmou ainda que os benefícios das duas vacinas superam eventuais riscos.


Agora o Brasil finalmente terá início a vacinação contra o Covid 19.


Todos nós estamos anciosos para retornar 100% as atividades e contribuir para a retomada da economia de forma mais vigorosa.


Sabemos que 8 milhões de vacinas ainda é muito pouco frente aos mais de 200 milhões de brasileiros. Mas, temos que comemorar esse início de imunização.


Vamos pedir a Deus para iluminar os cientístas, gestores públicos e políticos para agilizar com responsabilidade a imunização de 100% do nosso povo.


Nosso povo merece, nosso povo precisa!



 

Postar um comentário

0 Comentários