Adolescentes concluem cursos de artesanato e de informática no Cenip Caruaru


De curta duração, formações profissionais são adequadas ao atendimento do público da unidade, que fica internado provisoriamente por até 45 dias

A Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) entregou, nesta semana, certificados de conclusão de curso a socioeducandos que estão no Centro de Internação Provisória (Cenip) Caruaru, no Agreste do Estado. Nove adolescentes terminaram as etapas teóricas e práticas de Artesanato em Material Reciclável, com 20 horas/aula, e cinco, as de Informática Básica, com 18 horas/aula. As formações profissionais são de curta duração para atender às especificidades desse público, que passa até 45 dias na unidade à espera de decisão judicial sobre um eventual cumprimento de medida socioeducativa.

No curso de artesanato, os socioeducandos aprenderam a produzir itens como porta-joias, caixinhas para batom e organizadores. O material é feito com caixas de papelão cortadas e revestidas com tecido colorido. Os itens têm custo de produção de R$ 3, mas podem ser vendidos por até R$ 10. “Eu achei muito interessante. É algo simples, bonito, que posso fazer quando sair daqui”, avaliou o adolescente J.G.S., de 17 anos. O curso foi ministrado pela instrutora Valdenice Bezerra, da equipe do Cenip Caruaru.

Já o curso de Informática Básica é um dos mais produtivos da unidade. Só em 2018, mais de 160 adolescentes foram inseridos em turmas voltadas a essa formação profissional, que, assim como a de artesanato, é certificada pelo Centro de Integração Empresa-Escola em Pernambuco (CIEE-PE). Nas aulas, os socioeducandos aprendem conceitos como hardware, software e pacote Office, conteúdos que muitos deles não dominavam antes por nem sempre terem acesso a computadores em suas comunidades de origem.

“A apropriação desses conteúdos é muito importante para que sejam dados os primeiros passos no mercado de trabalho. Pessoas deixam de ser contratadas, até mesmo em vagas de estágio, por não terem conhecimento de conceitos básicos da informática. Vocês tiveram a oportunidade de superar essa dificuldade e saem daqui com essa experiência”, afirmou o coordenador do Eixo Profissionalização, Esporte, Cultura e Lazer da Funase, Normando de Albuquerque, na cerimônia de certificação.

Ainda estiveram presentes na solenidade a presidente da Funase, Nadja Alencar, a superintendente da Política de Atendimento, Íris Borges, a coordenadora geral do Cenip Caruaru, Maria Clara Amorim, a coordenadora técnica da unidade, Márcia Vasconcelos, profissionais técnicos e agentes socioeducativos.

Do: Blog do Kalebe Pereira. 

Postar um comentário

0 Comentários